Paz interior – eu não tenho o dia inteiro

em 2 de novembro de 2017. Categoria: Meditação

Você já tentou meditar?

Na tentativa constante (e fracassada) de ser uma pessoa melhor, separei quinze minutos do dia para meditação.

Na primeira tentativa comecei usando esse tempo pra pesquisar, afinal, eu não tenho a menor ideia de como começar a aquietar a mente e o coração e tenho dúvidas se saberia ao certo se isso, de fato, acontecesse.

Peguei o celular, digitei “meditação” na busca e esperei pacientemente o carregar das páginas. (Resolvi incluir a palavra pacientemente nesse texto para que vocês achem que a meditação já estava fazendo efeito.)

Pouquíssimo tempo e algumas leituras depois eu estava lá, lendo um artigo incrível sobre extração de leite de cabra na Europa.

Voltei pro artigo sobre meditação e dizia algo sobre a posição de Lótus. Tentei manter a coluna reta, a boca fechada, ombros e peito abertos e os olhos mirando fixamente um ponto.

Respirei fundo algumas vezes, mentalizando a paz que eu queria que invadisse o meu interior.

Deixar a mente vazia. Foca em deixar a mente vazia…

Boletos.

Prova do filho.

A calça jeans que ficou no conserto.

Será que ainda tem papel higiênico?

Ao tentar meditar consegui separar quinze minutos para única e exclusivamente listar mentalmente todas as atividades que eu precisava fazer nos próximos dias.

Interrompi a meditação, anotei no bloco de notas tudo o que me passou pela cabeça.

Voltei pra posição. Olhos cerrados dessa vez.

E se a terra for mesmo plana?

Parei.

Meditar não é para amadores.

Tags: , , , ,

---